c

Cum sociis Theme natoque penatibus et magnis dis parturie montes, nascetur ridiculus mus. Curabitur ullamcorper id ultricies nisi.

1-677-124-44227 184 Main Collins Street, West Victoria 8007 Mon - Sat 8.00 - 18.00, Sunday CLOSED
Follow Us
Image Alt

Contrações Musculares 1

Contrações Musculares 1

“A Força é a capacidade de o sistema neuromuscular gerar tensão de modo a resistir, ou vencer, determinada carga externa, dependendo de fatores neurais, estruturais, mecânicos, biomecânicos e hormonais (José Vilaça, 2016). Entende-se que a capacidade motora Força determina toda a Ação Muscular (AM). Desta forma venho mostrar o que diz a ciência relativamente às AM dinâmicas, a concêntrica (AMC), aproximação de dois pontos diferentes de determinada estrutura, e a excêntrica (AME), afastamento dos mesmos.
É costume ambas serem utilizadas nos diversos tipos de treino, desde velocidades rápidas a lentas, seja para “tonificar” seja para “definir”, independentemente dos gostos e feitios de cada um, há também, a utilização de apenas uma das duas, etc etc. O que levei da minha formação académica não é, por vezes, enquadrado com aquilo que ouço e/ou vejo. Para ser direto no assunto, vou focar o conteúdo mais na fase excêntrica, pois é a que vejo ser mais subestimada, mas posso estar enganado, veremos.
Considerando os objetivos mais procurados num ginásio, não abordando perda de peso pois para isso é necessário um só artigo bem longo, procurei encontrar o que diz a literatura sobre o resultado desta variável de treino nos aumentos de força e de hipertrofia muscular.
Vários estudos apontam que durante a fase excêntrica, menos fibras são ativadas comparando a mesma carga durante a AMC, gerando uma maior produção de tensão para a essas fibras. Além disso requer menor custo energético e pode causar maior dor muscular tardia (um dos indicadores de dano muscular), isto comparando à AMC. Além disso, a Força Muscular Dinâmica parece ser aumentada quando utilizadas ambas as AM’s (Kraemer & Ratamess, 2004), assim como a Hipertrofia muscular, passo a explicar:
A hipertrofia muscular depende de 3 fatores básicos: a tensão mecânica, o dano muscular e o stress metabólico. Dependendo do estímulo, estes fatores são a base sinérgica ao desenvolvimento muscular (Schoenfeld, 2011). Este mesmo autor recolheu factos que defendem maior importância à criação de tensão mecânica para este desenvolvimento.

Marco Norte, 2017